PORTAL NIPPOBRASIL OnLine - 13 ANOS
Fale conosco: adm@nippo.com.br   
    Horário de Brasília: Sexta-feira, 28 de abril de 2017 - 9h09
Destaques: Curso de JaponêsCulináriaHoróscopoAgendaInício    
  Busca
  Jornal Nippo-Brasil
-
  Variedades
-
  Esportes
-
  Autoajuda e Religião
-
  Empregos no Japão
-
  Publicidade

  Classificados
-
  Interatividade
-
  Correspondência
Caderno Saúde

Sem fome
Remédios moderadores inibem o centro do apetite

Alerta: Uso do medicamento sem associação à mudança no estilo de vida é condenável

(Reportagem: Suzana Sakai | Foto: Divulgação)

Com toda essa onda de anorexia que toma conta da sociedade atual, muito se fala sobre os riscos dos moderadores de apetite. Mas você já parou para se perguntar para o que realmente serve esse tipo de remédio e em que condições ele deve ser utilizado? É claro que, quando acaba nas mãos de pessoas com distúrbios alimentares, ele pode se tornar um grande vilão, mas, quando indicado por um especialista qualificado, ele pode se tornar um coadjuvante do bem-estar. “Como qualquer medicamento, o uso dos moderadores de apetite deve obedecer à relação risco/benefício. A obesidade é um risco para a saúde e, quando presente, o benefício do medicamento poderá superar o seu risco”, afirma o endocrinologista do Hospital Sírio-Libanês, José Antônio Marcondes.

O que são?

Os moderadores de apetite são medicamentos que agem no cérebro com o intuito de diminuir a ingestão de alimentos. Essa ingestão é controlada basicamente por dois lugares no cérebro: o centro da fome e o centro da saciedade. “Quando passamos por um determinado número de horas sem comer, o que é muito variável de pessoa para pessoa, o centro da fome é ativado. Passamos, então, a sentir um ligeiro mal-estar e uma pequena dor no estômago, que pode se intensificar se não ingerirmos alimentos. Por outro lado, quando começamos a comer, o centro da saciedade emite sinais que nos avisam que já estamos satisfeitos. Os chamados moderadores de apetite podem inibir o centro da fome ou aumentar a saciedade”, explica Marcondes.

Eles são divididos basicamente em dois tipos: os anoréticos e os sacietógenos. O primeiro inibe a fome e apresenta como efeitos colaterais distúrbios psicológicos, prisão de ventre, boca seca, dor de cabeça, tontura, aumento da pressão arterial e da freqüência cardíaca, entre outros. Os sacietógenos, por sua vez, estimulam o centro da saciedade, fazendo com que se pare de comer mais cedo. Eles possuem menos efeitos colaterais do que os anoréticos, mas, ainda assim, podem apresentar casos de diarréia.

Quem pode consumir?

Como foi explicado pelo endocrinologista, os moderadores de apetite só devem ser adotados quando o benefício do medicamento supera o risco e isso ocorre apenas nas pessoas obesas, que apresentam um índice de massa corporal maior que 30. Ainda assim, antes de adotar o uso dos moderadores, a pessoa precisa estar disposta a uma mudança em seu estilo de vida, para não criar uma dependência psicológica da droga. “São medicamentos que levam à perda de peso, desde que usados em indivíduos dispostos a seguir um programa de reeducação alimentar e a praticar atividades físicas. O uso do medicamento sem estar associado a essa mudança do estilo de vida é condenável”, diz Marcondes.

Devido aos efeitos colaterais, mesmo as pessoas obesas devem realizar uma cuidadosa avaliação com relação às contra-indicações como distúrbios mentais, pressão alta não controlada, ingestão de bebida alcoólica, entre outros.

 Coluna
 Arquivo - Saúde
• Faça do auto-exame das mamas um hábito!
• Infecção Hospitalar
• Câncer no estômago na população nikkei
• Cirurgia de Miopia, Astigmatismo e Hipermetropia
• Reduzindo o risco de infarto - Parte 2
• Reduzindo o risco de infarto - Parte 1
• Aids na Terceira Idade... é melhor prevenir!
• Asma
• Hipertensão arterial afeta homens e mulheres
• Reposição Hormonal e Soja
• Dor de cabeça e qualidade de vida
• Endometriose: Uma doença enigmática
• Catarata
• Herpes simples
• Fique de Olho
• Higiene bucal como prevenção
• Câncer de Próstata
• Gastrite, é o meu estômago doendo!
• Cuidado com a pneumonia
• Entendendo o que é Diabetes Mellitus
• Mantenha a mente ativa
• Acupuntura: agulhas do bem-estar
• Acupuntura: Uma forte aliada contra o fumo
• O poderoso chá vermelho
• Fique bem com seu organismo
• Sorriso belo e saudável
• Remédios em excesso: um risco para a audição
• Shiatsu: equilíbrio na ponta dos dedos
• Chi kung
• Sorria!
• “Sai pra lá, chulé!”
• Cuidados de inverno
• O sapato nosso de cada dia
• Congelados: prático e saudável
• Trabalho sem dor
• De bem com a vida
• A eficácia do chá branco
• Sua coluna de bem com o carnaval
• Seu sangue está carente?
• De bem com o sol
• Olhar desalinhado
• Desmistifique a osteoporose
• Alimentação x TPM
• TOP 5 de uma alimentação saudável
• Alimente-se bem e emagreça!
• Unhas: Quebrou de novo!
  © Copyright 1992-2010 - Jornal Nippo-Brasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br