Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Terça-feira, 12 de novembro de 2019 - 23h18
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Arquivo NippoBrasil - Edição 009 - 9 a 15 de julho de 1999
 
Passeie por lugares imperdíveis na região de Tohoku
As seis províncias que formam Tohoku – Aomori, Iwate Akita, Miyagui, Yamagata e Fukushima – estão repletas de recantos discretos, mas com lindos cenários de muito verde e paisagens que valem um cartão-postal.
 

Opções não faltam aos turistas que se aventuram por toda a extensão de Tohoku. Forrada de montanhas, florestas e lagos, a região proporciona ao visitante um clima típico de um Japão antigo. Pitorescas áreas rurais, história de castelos antigos e toda uma arquitetura conservada apesar do tempo, fazem desse trecho do país um dos destinos mais procurados quando o assunto é viagem e passeios de encontro à natureza.

Graças aos recursos do trem-bala, o acesso até Tohoku é fácil. Partindo de Tóquio, chega-se a Sendai (província de Miyagui) em aproximadamente 1 hora e 45 minutos, enquanto Morioka, (província de Iwate) fica a pouco mais de 2 horas e meia de viagem, também saindo da capital japonesa.

Quem percorre um dos cantos da região pode aproveitar as atividades que a própria natureza oferece a cada mudança de estação, como camping, esqui e passeios a pé. No outono, a mudança de cores das folhagens costuma atrair turistas que fazem questão de apreciar essa paisagem tomando um banho nas termas ao ar livre, próximas às montanhas.

Mas, apesar do cenário interiorano, há uma boa estrutura de hotéis e hospedarias (com diversas opções de preços), lojas de conveniência, museus e até antiquários. Em Hiraizumi, considerada a cidade do século 12, encontra-se uma herança cultural semelhante à de Quioto. Acompanhe então, os principais trechos de Tohoku.

 

Hachimantai, Lago Tazawa e Kakunodate

Morioka, capital da província de Iwate, é uma antiga “cidade-castelo”. Entre as diversas atrações de Morioka, o Lago Tazawa merece destaque por ser o mais profundo do Japão (423,4m) e também porque suas águas são a segunda mais transparentes depois do Lago Mashu, em Hokkaido.Enquanto o Plateau Hachimantai situa-se entre muitas montanhas vulcânicas (entre Iwate e Akita), o Kakunodate é uma charmosa cidade que preserva casas de samurais de 350 anos de idade e tem o tamanho certo para ser explorado a pé.

 

Matsushima Godaido Hall e Zuihoden Hall

Sendai é a maior cidade de Tohoku e é a capital da província de Miyagui. É um importante centro cultural, econômico e comercial, com lugares interessantes para se visitar. Matsushima, por exemplo, é considerado um dos três cenários mais belos do Japão, juntamente com Miyajima e Amano-hashidate. Hiraizumi é a cidade de maior importância histórica de Tohoku por ter ostentado seu período de glória durante 100 anos, no século 11.

Zuihoden Hall é outro local de destaque, já que é o mausoléu do estilo Momoyama, reconstruído recentemente, mas sem perder suas características originais.

 

Tono e Hanamaki

Um agradável vilarejo de pequenas fazendas, Tono é cercado de montanhas e costuma receber turistas porque a cidade é conhecida pelas lendas de Tono.

Hanamaki por sua vez, é frequentada por quem está em busca de relaxamento e terapia contra o estresse. Os spas de Hamanaki são populares dentro da região.

 

Península de Oga - Cabo Nyudozaki

Em Akita, a Península de Oga é rica por oferecer várias atrações turísticas. Além da beleza do Mar do Japão, alguns festivais, como o de Namahage, são tradicionalmente comemorados pelos moradores. Nesse cantinho, vale a pena conhecer ainda o Cabo Nyudozaki, com seu farol marcando presença diante do mar.

 

Lago Towada

Há muito o que ver em Aomori. A beleza dos montes Hakkoda e a serenidade do Lago Towada são marcas registradas desse cantinho de Tohoku, também famosa por suas maçãs durante o festival Nebuta, no verão. O Lago Towada é localizado na borda entre Akita e Aomori, e é uma das principais atrações de Towada Hachimantai, sendo o terceiro maior do Japão.

 

Lago Okama, Monte Zao

Ainda dentro de Akita, os destaques também ficam para dois recantos espetaculares que convivem em harmonia com a natureza. A água de cor verde esmeralda do Lago, proporciona uma vista magnífica a partir do Monte Zao.

 

Bandai Kogen Plateau

Popular por seus lagos e montanhas, a região foi criada pela erupção do Monte Bandai, em 1888 e oferece uma variedade de lazer natural para todas as idades. Para se chegar até lá a partir de Fukushima, leva-se cerca de três horas de trem.

 

Rio Mogami

Conhecido como o rio de correntes fortes, já na província de Yamagata, o Mogami irriga um vasto campo de plantação de arroz. Partindo de Furukuchi, é possível percorrê-lo fazendo um passeio de barco, com o auxílio de um guia turístico.

 
 Arquivo - Turismo Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 258
• Chugoku-Shikoku - O coração do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 254
• Templo Horyuji
ARQUIVO - EDIÇÃO 247
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 244
• Monte Fuji
ARQUIVO - EDIÇÃO 242
• Okinawa
ARQUIVO - EDIÇÃO 240
• Hokuriku
ARQUIVO - EDIÇÃO 236
• Nikko: a cidade dos santuários
ARQUIVO - EDIÇÃO 232
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 229
• Yamanashi
ARQUIVO - EDIÇÃO 227
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 222
• Hakone
ARQUIVO - EDIÇÃO 220
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 216
• Iwate
ARQUIVO - EDIÇÃO 214
• Ilha de Sado
ARQUIVO - EDIÇÃO 211
• Hokkaido - Tudo começou em Naka Furano
ARQUIVO - EDIÇÃO 208
• Kansai - Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 205
• Soka
ARQUIVO - EDIÇÃO 202
• Hirakata
ARQUIVO - EDIÇÃO 199
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 197
• Tohoku
ARQUIVO - EDIÇÃO 195
• Tóquio e arredores: belezas que encantam
ARQUIVO - EDIÇÃO 193
• Chugoku-Shigoku: O coração do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 191
• Okinawa: Uma região de paraísos subtropicais
ARQUIVO - EDIÇÃO 189
• Nagasaki - O berço cristão japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 187
• Shimabara
ARQUIVO - EDIÇÃO 185
• Tottori: O Saara japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 183
• Matsue - A herança intacta dos samurais
ARQUIVO - EDIÇÃO 181
• Chiba conserva folclore cultural da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 179
• Okutama: Refrescando-se nas montanhas
ARQUIVO - EDIÇÃO 177
• Mito: A cidade de um dos mais belos jardins japoneses
ARQUIVO - EDIÇÃO 175
• Izu - O paraíso das águas
ARQUIVO - EDIÇÃO 173
• Kyoto: Cenário de três mil templos
ARQUIVO - EDIÇÃO 171
• Chindon-ya
ARQUIVO - EDIÇÃO 169
• Toyama no Kusuri
ARQUIVO - EDIÇÃO 167
• Sensooji o templo do Carnaval
ARQUIVO - EDIÇÃO 165
• Odaiba: a face futurista de Tóquio
ARQUIVO - EDIÇÃO 163
• Todaiji: o templo do grande Buda de Nara
ARQUIVO - EDIÇÃO 161
• Ryuhyoo: O gelo navegante de Hokkaido
ARQUIVO - EDIÇÃO 159
• Hokkaido, o inverno mais gelado do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 134
• Yamanashi:
A Terra dos Lagos
ARQUIVO - EDIÇÃO 130
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 128
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 126
• Okinawa: Ryukyu, Soberano dos Mares do Sul
ARQUIVO - EDIÇÃO 124
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 122
• Monte Fuji e os Cinco Lagos

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2019 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados

221 usuários online