Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Terça-feira, 17 de setembro de 2019 - 17h38
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Arquivo NippoBrasil - Edição 029 - 26 de novembro a 2 de dezembro de 1999
 
O melhor dos quatro cantos de Shiga
Região Leste 1



As redondezas ao Leste de Shiga apresentam também uma infinidade de museus para agradar os mais diversos interesses. Uma boa dica é conhecer o museu Sekai tako hakubutsukan que reúne pipas de todo o mundo, passando também pelo Omihachiman Shiritsu. Nele, o turista saberá sobre a história dos antigos comerciantes de Omi retratada através da arquitetura, mobília, mercadoria e outros pertences que ilustram bem a época.

 

 

Gazoukyo: espelho com estampas de deuses e
animais descoberto entre as épocas de Gokan e Sangoku.

(Fotos: Divulgação)

Siga na direção sul da província de Shiga para fugir de ambientes high-tech, poluição e congestionamento das grandes metrópoles japonesas. Aproveite então para reciclar seus conhecimentos históricos ao conferir o roteiro dos principais pontos turísticos da região e veja quantos lugares esperam por você.

Vale a pena visitar, por exemplo, o Museu dos Sinos de Bronze (Dotaku Hakubutsukan), com sua vasta coleção de sinos antigos. A seguir, percorra a rota dos Rekishi Minzoku Shiryokan para conhecer desde as descobertas de antigas tumbas, tesouros do Santuário Aburahi, até os documentos relativos a Ninjutsu e armas usadas pelos ninjas.

Não perca ainda o que há no Kenritsu Togei no Mori - um museu que expõe peças de cerâmica Shigaraki e coleções vindas de todas as partes do mundo. Por fim, passe também pelo Hotaru no Mori Shiryokan se gostar de botânica. O hall abriga uma vasta coleção dos mais raros insetos. Com tantas opções, agora, é só conferir pessoalmente!

 
1- Hachimanbori (Omihachiman-shi)
Caminhar por este trecho em Omihachiman-shi é percorrer um dos locais mais importantes da economia antiga da região. O canal foi construído como rota para transporte de mercadorias partindo de Quioto e Hokuriku, marcando toda uma época.
 
2- Nobunaga-no-Yakata
Também chamada de Castelo Azuchi, a construção original foi reformada para se transformar em museu. Bem acabado, os destaques do Nobunaga-no-Yakata ficam para o quinto e sexto andares que formam a moderna torre.
 
3- Eigen-ji (Eigenji-cho)
A natureza abençoa o lugar sagrado em torno do templo Eigen-ji e o presenteia com uma mistura de cores distribuídas em cada uma de suas folhas de outono. O clima ameno contribui para atrair turistas de todas as partes para contemplar o templo conhecido pelo buda Yotsugi-kannon. Dizem que seu poder é dar bons filhos aos que chegam ao templo e rezam com sinceridade.
 
4- Chomei-ji (Omihachiman-shi)
Uma verdadeira aventura aguarda os visitantes que querem ver de perto o alto do templo. Afinal, é preciso subir os 808 degraus de pedra para alcançar o topo do Chomei-ji e conhecer seu sino. A subida vale a pena.
 
5- Suigo Meguri (Omihachiman-shi)
Que tal uma gôndola para atravessar o canal que leva aos principais campos agrícolas da região? O passeio é uma alternativa diferente de se conhecer Omihachiman-shi. Para conforto dos turistas, há várias excursões do tipo à disposição.
 
6- Yokaichi-shi
Aproveite os dias ensolarados para fazer o caminho das pedras. Em Yokaichi-shi, a atração são os rochedos que se destacam por seus formatos bizarros, como se fossem “brincadeiras” da natureza. A área é também lembrada porque parte da população ainda mantém costumes religiosos.
 
7- Ishidou-ji (Gamo-cho)
O Ishidou-ji é a maior e a mais antiga torre de pedra do Japão. Dizem que suas origens são da Índia e que representa uma das imagens distribuídas pelo mundo com o objetivo de promover o budismo. A torre tornou-se um ponto turístico bastante procurado na região.
 
8- Namura Jinja (Ryuo-cho)
De beleza incomparável, o santuário consiste de duas principais construções: uma, edificada a leste, e outra a oeste. O destaque fica para a segunda, construída em 1308 e considerada tesouro nacional.
 

Festividades Regionais


Sagicho Matsuri

Yokaichi Odako Matsuri

• 8 de Janeiro
Ichinobe Hadaka Matsuri, no Hotokuji Yakushido, em Yokaichi-shi

• Sábado e domingo, em meados de Março
Sagicho Matsuri, no Himurehachimangu, em Omihachiman-shi

• 1º sábado de Abril
Mogami Odori, no Omori Jinja/ Yasaka Jinja, em Yokaichi-shi

• 14 e 15 de Abril
Hachiman Hi Matsuri, no Himurehachimangu, em Omihachiman-shi

• Domingo, próximo ao dia 23 de Abril
Kenketo Matsuri, no Takagi Jinja, em Gamo-cho

• 2 e 3 de Maio
* Naginata Odori, no Yasaka Jinja, em Gamo-cho
* Hino Hikiyama Matsuri,no Umamioka Watamuki Jinja, em Hino-cho

• 4 de Maio
Himatsuri, no Shinoda Jinja, em Omihachiman-shi

• 4º Domingo de Maio
Yokaichi Odako Matsuri, no Echigawa River Side, em Yokaichi-shi

• 8 de Dezembro
Ohitakisai, no Tarobogu, em Yokaichi-shi

 
 
Sabor de tradição
Amedaki
Tsukemono
 Arquivo - Turismo Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 254
• Templo Horyuji
ARQUIVO - EDIÇÃO 247
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 244
• Monte Fuji
ARQUIVO - EDIÇÃO 242
• Okinawa
ARQUIVO - EDIÇÃO 240
• Hokuriku
ARQUIVO - EDIÇÃO 236
• Nikko: a cidade dos santuários
ARQUIVO - EDIÇÃO 232
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 229
• Yamanashi
ARQUIVO - EDIÇÃO 227
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 222
• Hakone
ARQUIVO - EDIÇÃO 220
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 216
• Iwate
ARQUIVO - EDIÇÃO 214
• Ilha de Sado
ARQUIVO - EDIÇÃO 211
• Hokkaido - Tudo começou em Naka Furano
ARQUIVO - EDIÇÃO 208
• Kansai - Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 205
• Soka
ARQUIVO - EDIÇÃO 202
• Hirakata
ARQUIVO - EDIÇÃO 199
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 197
• Tohoku
ARQUIVO - EDIÇÃO 195
• Tóquio e arredores: belezas que encantam
ARQUIVO - EDIÇÃO 193
• Chugoku-Shigoku: O coração do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 191
• Okinawa: Uma região de paraísos subtropicais
ARQUIVO - EDIÇÃO 189
• Nagasaki - O berço cristão japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 187
• Shimabara
ARQUIVO - EDIÇÃO 185
• Tottori: O Saara japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 183
• Matsue - A herança intacta dos samurais
ARQUIVO - EDIÇÃO 181
• Chiba conserva folclore cultural da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 179
• Okutama: Refrescando-se nas montanhas
ARQUIVO - EDIÇÃO 177
• Mito: A cidade de um dos mais belos jardins japoneses
ARQUIVO - EDIÇÃO 175
• Izu - O paraíso das águas
ARQUIVO - EDIÇÃO 173
• Kyoto: Cenário de três mil templos
ARQUIVO - EDIÇÃO 171
• Chindon-ya
ARQUIVO - EDIÇÃO 169
• Toyama no Kusuri
ARQUIVO - EDIÇÃO 167
• Sensooji o templo do Carnaval
ARQUIVO - EDIÇÃO 165
• Odaiba: a face futurista de Tóquio
ARQUIVO - EDIÇÃO 163
• Todaiji: o templo do grande Buda de Nara
ARQUIVO - EDIÇÃO 161
• Ryuhyoo: O gelo navegante de Hokkaido
ARQUIVO - EDIÇÃO 159
• Hokkaido, o inverno mais gelado do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 134
• Yamanashi:
A Terra dos Lagos
ARQUIVO - EDIÇÃO 130
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 128
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 126
• Okinawa: Ryukyu, Soberano dos Mares do Sul
ARQUIVO - EDIÇÃO 124
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 122
• Monte Fuji e os Cinco Lagos

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2019 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados

234 usuários online