Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Terça-feira, 17 de setembro de 2019 - 18h33
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Arquivo NippoBrasil - Edição 083 - 14 a 20 de dezembro de 2000
Fukui - Ishikawa - Toyama
Desde a magnífica costa do Mar do Japão à beleza dos Alpes, Ishikawa, Toyama e Fukui oferecem as melhores e mais diversificadas paisagens do Japão. As cidades também servem de palco das artes, chegando a concorrer com as produções artísticas de Quioto devido à sua beleza e refinamento, além de abrigar o mais famoso monastério zen do país.

(Fotos: Divulgação)

Os lordes de Kaga, lugar que agora é conhecido como província de Ishikawa, são lembrados por serem os mais saudáveis do mundo. Quando eles iam à Edo (hoje Tóquio) em direção ao Castelo Shogun, os 3 mil membros seguiam em uma procissão tão grande que quando os últimos estavam finalmente entrando na cidade, os primeiros já estavam saindo dela e entrando em outra.

Assim, eles ganhavam saúde. Encantados com a cultura de Quioto, os senhores feudais de Kaga eram determinados a fazer objetos de arte que pudessem ser compatíveis com a arte de Quioto. Louças feitas com a melhor porcelana, seda e objetos em laca faziam com que os senhores feudais ganhassem muito dinheiro com a venda destes produtos.

Mas a província também tinha algumas belezas naturais que já despertavam a admiração e o apreço das pessoas. Um dos melhores lugares a ser visitado é a Vila de Seisonkaku, construída pela mãe do 13o lorde de Kaga, que é bem conhecida na cidade de Kanazawa. Este lugar pode ser completado pela beleza de seu enorme jardim, um dos mais belos do Japão.

O legado das artes de Kaga pode ser visto em várias lojas das ruas que levam ao jardim. Modernas porcelanas também podem ser vistas com preços justos. Muitas porcelanas antigas estão à mostra no Museu de Ishikawa, que abriga coleções de antigos senhores feudais.

Sendo uma antiga cidade de castelos, Kanazawa ainda tem algumas marcas históricas no centro de sua cidade. No bairro de Teramachi, você pode ver um templo que era habitado por ninjas, com passagens secretas e armadilhas, que eram feitas para proteger o senhor feudal de possíveis ataques. Hoje, o local é aberto para visitas.

A elegância da culinária de Kaga só pode ser comparada com Quioto. Você pode visitar o mercado Omicho, que foi aberto há 300 anos, lugar que dá uma bela vista ao Mar do Japão.

De Kanazawa, uma excursão para a Península de Noto é altamente recomendada, tendo belas paisagens e costas como cenário, passando pelo Templo Sojiji, antes de alcançar Wajima. Esta cidade é muito conhecida pela sua produção de produtos em laca e pelos famosos mercados. Só tome cuidado com as falsificações de plástico.

Uma excursão para Toyama é um convite para se conhecer uma bela cadeia de montanhas. Uma excursão recomendada é subir o Monte Hakusan, que tem 2.702 metros de altura, depois visitar a Vila de Shirakawa e em seguida passar por Gokayama, um dos lugares de herança mundial elogiado pela Unesco. Gokayama é uma cidade pacata com pouca população. As casas têm seus telhados reforçados para se proteger da neve. A população é bem hospitaleira e produz seda como sua maior fonte de renda.

Uma das maiores experiências de viagens é uma rota pelos Alpes de Tateyama-Kurobe, de Toyama. Por volta de maio você tem uma bela paisagem da cidade, pois a neve cai em todos os lugares, principalmente em volta às principais estradas. Moradores de todos os locais do Japão vêm para a cidade para se deslumbrar com as enormes geleiras que são formadas.

De Kanazawa, você pode ir em direção ao Sul, chegar à província de Fukui e visitar o Templo Eiheiji logo de cara, um dos maiores templos Zen do Japão. Desde que o templo foi construído em 1244, gerações de padres gostavam de passar um tempo no local, meditando e rezando para a prosperidade do local. Neste lugar, visitas só são aceitas mediante reservas com uma semana de antecedência.

Fukui pode ser dividida em duas partes: cidade e litoral. Na cidade, o visitante pode ver a antiga cidade de castelos Echizen-Ono, pousar em um hotel e visitar as feiras típicas pela manhã, que vendem flores e vegetais. Indo ao litoral, você pode ver uma das melhores paisagens japonesas, as colunas de pedra de Tojimbo. Além disso, Obama também pode ser uma boa pedida por se tratar de ser um antigo porto, com muitos templos que dão um toque de beleza à parte litorânea da província. Obama era um ponto de parada para todos os barcos que atravessavam o Mar do Japão. A cidade, que também tem um grande número de santuários, tem uma população crescente. A modernidade ainda não alcançou Obama, tornando-a uma simples cidade costeira. Obama também oferece uma grande variedade de lojas que vendem produtos em laca.

 Arquivo - Turismo Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 254
• Templo Horyuji
ARQUIVO - EDIÇÃO 247
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 244
• Monte Fuji
ARQUIVO - EDIÇÃO 242
• Okinawa
ARQUIVO - EDIÇÃO 240
• Hokuriku
ARQUIVO - EDIÇÃO 236
• Nikko: a cidade dos santuários
ARQUIVO - EDIÇÃO 232
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 229
• Yamanashi
ARQUIVO - EDIÇÃO 227
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 222
• Hakone
ARQUIVO - EDIÇÃO 220
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 216
• Iwate
ARQUIVO - EDIÇÃO 214
• Ilha de Sado
ARQUIVO - EDIÇÃO 211
• Hokkaido - Tudo começou em Naka Furano
ARQUIVO - EDIÇÃO 208
• Kansai - Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 205
• Soka
ARQUIVO - EDIÇÃO 202
• Hirakata
ARQUIVO - EDIÇÃO 199
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 197
• Tohoku
ARQUIVO - EDIÇÃO 195
• Tóquio e arredores: belezas que encantam
ARQUIVO - EDIÇÃO 193
• Chugoku-Shigoku: O coração do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 191
• Okinawa: Uma região de paraísos subtropicais
ARQUIVO - EDIÇÃO 189
• Nagasaki - O berço cristão japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 187
• Shimabara
ARQUIVO - EDIÇÃO 185
• Tottori: O Saara japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 183
• Matsue - A herança intacta dos samurais
ARQUIVO - EDIÇÃO 181
• Chiba conserva folclore cultural da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 179
• Okutama: Refrescando-se nas montanhas
ARQUIVO - EDIÇÃO 177
• Mito: A cidade de um dos mais belos jardins japoneses
ARQUIVO - EDIÇÃO 175
• Izu - O paraíso das águas
ARQUIVO - EDIÇÃO 173
• Kyoto: Cenário de três mil templos
ARQUIVO - EDIÇÃO 171
• Chindon-ya
ARQUIVO - EDIÇÃO 169
• Toyama no Kusuri
ARQUIVO - EDIÇÃO 167
• Sensooji o templo do Carnaval
ARQUIVO - EDIÇÃO 165
• Odaiba: a face futurista de Tóquio
ARQUIVO - EDIÇÃO 163
• Todaiji: o templo do grande Buda de Nara
ARQUIVO - EDIÇÃO 161
• Ryuhyoo: O gelo navegante de Hokkaido
ARQUIVO - EDIÇÃO 159
• Hokkaido, o inverno mais gelado do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 134
• Yamanashi:
A Terra dos Lagos
ARQUIVO - EDIÇÃO 130
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 128
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 126
• Okinawa: Ryukyu, Soberano dos Mares do Sul
ARQUIVO - EDIÇÃO 124
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 122
• Monte Fuji e os Cinco Lagos

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2019 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados

18 usuários online