Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Domingo, 25 de junho de 2017 - 17h39

Berçário é traumático?

Deixar o seu filho em um berçário pode ou não ser traumático. Depende do preparo dos pais. É necessário que os pais tenham convicção de que vão deixar seu bebê numa escola. Muitas mães sentem-se culpadas por não estarem com os seus filhos em tempo integral, uma vez que o instinto materno lhe diz que cada mãe é quem deve criar o seu próprio filho.

O que notamos, porém, é que o fato da mãe ficar em tempo integral com o filho não quer dizer que é sempre o melhor, mas sim, a dedicação integral que ela oferece ao bebê quando estão juntos. É muito mais importante a qualidade da companhia do que a quantidade de horas em que mãe e filho ficam juntos. Se a mãe lhe dá a atenção devida num tempo curto é mais do que o suficiente para que o bebê se sinta estimulado, protegido e amado.

Uma dica importantíssima para amenizar o trauma de deixar um bebê no berçário é a confiança que a mãe deve depositar na escola ou nas pessoas com quem vai deixar o seu bebê. Sentindo insegurança, por menor que seja, pode gerar ansiedade na mãe e, inconscientemente, ela repassa esta insegurança para a criança, provocando choros, daí o trauma na mãe.

Portanto, a mãe deve tirar todas as dúvidas antes de tomar a decisão de deixar seu bebê em um berçário, ou até mesmo com uma babá. Desde que a mãe confie e se mostre segura, a criança fica muito mais tranquila. Um bebê com meses de idade se acostuma mais fácil e, quanto mais velho é a criança, mais difícil se torna a sua adaptação na escola, pois ela começa a reconhecer o seu cuidador e estranhar as pessoas. Por esta razão, existe nos berçários, o período de adaptação. Nos primeiros dias, a mãe permanece com seu filho nas dependências da escola e deixa o recinto aos poucos, mas sempre explicando à criança com honestidade e transparência que ela vai sair, porém retornará para levá-la de volta para casa. E ao retornar, a mãe diz ao seu filho que veio buscá-lo, de forma que a criança vai adquirindo confiança. Recomendamos aos pais nunca saírem escondidos.



Tomiko Inomata
Enfermeira, aposentada da Secretaria Municipal de Saúde/SP.
Proprietária do Berçário e Maternal Sumirê S/C Ltda.
Rua Itaipu, 515 - bairro Mirandópolis - São Paulo/SP. tel:(11) 5589-7630

Email: contato@nippo.com.br


 Arquivo - Educação
• Qual é a idade ideal para a retirada da mamadeira?
• Oficina de culinária para o meu filho de dois anos?
• A quem cabe educar uma criança?
• Idade ideal para a retirada da fralda
• Meu filho só come determinados alimentos em casa, será que ele se adaptará às refeições na escola?
• Berçário é traumático?
• A criança e a escola

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

135 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases