PORTAL NIPPOBRASIL ONLINE - 19 ANOS
-
Fale conosco: adm@nippo.com.br   
Segunda-feira, 23 de outubro de 2017 - 13h29
DESTAQUES:

Conversando de RH

Ser tímido atrapalha na hora da promoção?

 

Como profissional de RH, entrevistando dezenas de pessoas ao longo dos anos e sendo nissei (segunda geração), um tema recorrente sempre vinha à baila: por que será que os nikkeis são tão tímidos, introvertidos e tem tanta dificuldade de se relacionar com os outros”? Não são todos, mas a média é muita alta, sem sombra de dúvida.

Tomei a mim mesmo como parâmetro. Fui tímido desde quando me entendi por gente. Quando tinha meus 9 a 10 anos, naquela época morava no interior de SP, já fazia as minhas primeiras divagações filosóficas e, cheguei a conclusão que essa qualidade, ou melhor dizendo, defeito, não fora produto do meio e de influências externas. Já havia nascido com ela.

Análises a parte, percebi tempos depois, no convívio social, e principalmente no ambiente escolar e profissional, que a timidez é característica marcante de muito japoneses e seus descendentes, a ponto de serem rotulados como tal, como se fosse um estereótipo. Independente das justificações apresentadas pela psicologia, psicanálise ou sociologia, não podemos negar que, realmente, a extroversão e a expansividade não fazem parte do “DNA” da maioria dos nikkeis, como encontramos entre os brasileiros, conhecidos por sua espontaneidade e desenvoltura.

A timidez não ajuda muito, atrapalha! A vida de um profissional tímido não é fácil. Normalmente, é preterido nas promoções e demora mais para crescer na carreira. Hoje, as empresas buscam pessoas com energia, proativas, alegres e que demonstrem vontade de aprender. A timidez em excesso dificulta a interação entre os funcionários e o grupo e com a própria empresa, afastando a chance de conseguir uma promoção. A passividade e a introversão não conquistam nem cativam os dirigentes.

Mas, nem tudo está perdido, desde que saibamos aproveitar o lado positivo desta timidez. Até mesmo dentro do ambiente corporativo. Como afirmam algumas publicações recentes que não é preciso vencer a timidez para ter sucesso no trabalho. O líder tímido tende a ser mais aberto a sugestões, mais tranquilo em momentos de pressão e, em geral, possui maior capacidade de observação e, por isso, compreende melhor o que acontece ao seu redor.

Em determinadas situações, os introvertidos e tímidos podem ser, inclusive, melhores líderes do que os extrovertidos e, essas características vem sendo vistas como algo produtivo, como algo fundamental para a criatividade e a inovação. Os bilionários Bill Gates, da Microsoft e Warren Buffet, da Berkshire Hataway, são considerados exemplos de profissionais tímidos e com sucesso.

Para aqueles que procuram, mesmo assim, superar essa limitação, seguem algumas dicas: “não deixem de acreditar no seu talento; não se isolem; adotem uma postura positiva e simpática; explorem seus pontos fortes (algo você deve ter a mais) e não fujam das responsabilidades”. Até este colunista, tímido que foi, tornou-se um pouquinho menos tímido.

Diz a sabedoria popular que “ a pérola não tem nenhum valor no fundo do mar”. Portando, saia da zona do conforto e busque contato com pessoas. Nada acontecerá ser permanecer mudo em seu cantinho.



Katsuo Higuchi
Profissional de RH; como executivo e empresário , atua
na área há mais de 40 anos. Foi diretor da empresa AVANCE DO BRASIL.
e-mail: rk.higuchi@gmail.com

Portal Nippo-Brasil: contato@nippo.com.br
 
 Arquivo
 Recursos Humanos e Gestão de Negócios
• Diferenças que aproximam
• FAMÍLIAS BRASILEIRAS NO JAPÃO – A luta (difícil) pela integração
• Mudar para crescer
• Brasil, um país de contradições
• Por que sonhar é importante?
• O meu maior legado
• Pílulas de otimismo
• Tempos modernos
• EMPREGADO ou EMPRESÁRIO, qual é a melhor opção?
• Da Balada de Narayama aos tempos atuais
• Em busca do ideal
• Lições do Carnaval
• Crianças dão lição em Master Chef
• É Dezembro ...
• Laços de Família
• TERCEIRA IDADE, uma força que desponta
• Pêssego, caqui, ou jaca: qual é a fruta de sua preferência?
• Omotenashi, a arte de encantar as pessoas
• O dilema de escolher a profissão certa
• Convivendo com as diferenças no ambiente de trabalho
• 2014, Ano do Cavalo, novas esperanças...
• Ser líder é importante; Saber ser liderado também.
• A arte de encantar
• Falando de assédio moral e sexual dentro das empresas...
• É Dezembro...
• MUDANÇA DE EMPREGO: Dicas úteis para este fim de ano
• Ser tímido atrapalha na hora da promoção?
• “Há empregos, faltam profissionais“
• Você é racional ou emocional em suas decisões?
• EMPREGABILIDADE – O que é?
• O que é essa tal de “ASSERTIVIDADE”?
• O poder do NETWORKING
• A hora da verdade: a entrevista de seleção
• Modelo de um “ histórico de vida “
• CURRÍCULO = Cartão de Visita Profissional
• O crescimento econômico e as suas exigências
• SHOOKAI (Apresentação)

© Copyright 1992 - 2016 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante.
Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

Sobre o Portal NippoBrasil | Fale com o Nippo