Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Sábado, 21 de outubro de 2017 - 15h35

Conversando de RH

 

A ARTE DE ENCANTAR

Este é um tema que me vem ao pensamento com frequência, e sobre o qual gosto de refletir, de filosofar, sempre que um fato ou algo me faz voltar ao assunto.

Citarei as palavras de uma amiga, e me permito tratá-la assim, como se a conhecesse anos a fio, embora não a conheça pessoalmente, tamanha a afinidade que temos. Amizade essa que se formou através dessa fantástica tecnologia que é a internet, instrumento que veio facilitar a comunicação sem impor limites geográficos, e que teve início através desta coluna que, com muita satisfação, mantenho neste site. Esta amiga fez uma observação muito interessante sobre o poder que algumas pessoas têm de “encantar” outros, citando o pensamento de Saint Éxupery: “nos tornamos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos”, para enfatizar seu argumento.

Referia-se ele, provavelmente, às qualidades que algumas pessoas têm de, mesmo num ambiente prosaico, impessoal, como em um vagão do metrô ou até dentro do elevador do escritório, simplesmente dirigir um olhar ao outro e dizer “bom dia”, encantar pela simpatia e expressividade do gesto, fazendo com que a retribuição ocorra de maneira quase uníssona e espontânea, e da forma mais amável que é possível naquele momento. Essa reação quase química (ou física?) que se estabelece, tal como imã que se atrai, pode ocorrer em diversas situações, locais e de diversas formas, e não apenas através do contato visual ou pessoal. Com certeza, cada um de nós tem vários episódios que comprovam esta assertiva.

A maneira como tratamos as pessoas é que vai fazer a diferença e fazer com que sejamos lembrados, elogiados e até admirados. Encantar as pessoas não é agir de forma mecânica, premeditada. É algo que vem de dentro. É exteriorizar o prazer que você tem pela vida, pelas pessoas, por tudo, até pelo seu trabalho, seja ele o mais simples possível. Tratar as pessoas de forma amável, cultivando o relacionamento humano, em qualquer momento, seja com colegas de trabalho, fornecedores, clientes ou amigos, e até com pessoas que cruzam o seu caminho, além da boa imagem que passamos, estamos sempre aprendendo e ensinando alguma coisa, até mostrando o que nunca devemos fazer ou ser. Podemos também ser aquinhoados com momentos únicos, de muita alegria ou satisfação, como a oportunidade de conhecer pessoas que podem mudar ou dar um outro sentido à nossa vida, seja na área profissional ou pessoal.

Por força do meu ofício, conheci muitas pessoas. Milhares, sem exagero! Para muitos profissionais tive a oportunidade de “dar um empurrãozinho” em seu retorno ao mercado de trabalho. E, a maior satisfação que sinto é quando recebo um “obrigado”, muitas vezes com os olhos marejados, não de um executivo ou um gerente, mas de um simples trabalhador, humilde, que após meses desempregado, volta a ter um emprego.

Para encantar, devemos fazer com que os outros se sintam felizes por terem conhecido você, que se sintam atendidas e compreendidas, mesmo que não tenham seus problemas resolvidos naquele momento. A esperança e o alento que você incutiu nelas, pela atenção que as dedicou, por minutos que sejam, é uma sensação tão compensadora quanto à solução de um problema imediato.

Atrevo a dizer que “encantar as pessoas é ter amor no coração e... saber doar, saber transferi-lo para outras pessoas”.



Katsuo Higuchi
Profissional de RH; como executivo e empresário , atua
na área há mais de 40 anos. Foi diretor da empresa AVANCE DO BRASIL.
e-mail: rk.higuchi@gmail.com

Portal Nippo-Brasil: contato@nippo.com.br
 
 Arquivo
 Recursos Humanos e Gestão de Negócios
• Diferenças que aproximam
• FAMÍLIAS BRASILEIRAS NO JAPÃO – A luta (difícil) pela integração
• Mudar para crescer
• Brasil, um país de contradições
• Por que sonhar é importante?
• O meu maior legado
• Pílulas de otimismo
• Tempos modernos
• EMPREGADO ou EMPRESÁRIO, qual é a melhor opção?
• Da Balada de Narayama aos tempos atuais
• Em busca do ideal
• Lições do Carnaval
• Crianças dão lição em Master Chef
• É Dezembro ...
• Laços de Família
• TERCEIRA IDADE, uma força que desponta
• Pêssego, caqui, ou jaca: qual é a fruta de sua preferência?
• Omotenashi, a arte de encantar as pessoas
• O dilema de escolher a profissão certa
• Convivendo com as diferenças no ambiente de trabalho
• 2014, Ano do Cavalo, novas esperanças...
• Ser líder é importante; Saber ser liderado também.
• A arte de encantar
• Falando de assédio moral e sexual dentro das empresas...
• É Dezembro...
• MUDANÇA DE EMPREGO: Dicas úteis para este fim de ano
• Ser tímido atrapalha na hora da promoção?
• “Há empregos, faltam profissionais“
• Você é racional ou emocional em suas decisões?
• EMPREGABILIDADE – O que é?
• O que é essa tal de “ASSERTIVIDADE”?
• O poder do NETWORKING
• A hora da verdade: a entrevista de seleção
• Modelo de um “ histórico de vida “
• CURRÍCULO = Cartão de Visita Profissional
• O crescimento econômico e as suas exigências
• SHOOKAI (Apresentação)

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

121 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases