Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Sexta-feira, 28 de abril de 2017 - 9h14
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 190 - 22 a 28 de janeiro de 2003
 
Histórias do Grande Sertão Veredas em Minas Gerais

Parque Nacional deve sua criação à ONG Fundação Pró-Natureza (Funatura), que investiu em estudos, comprou fotos de satélites e acabou descobrindo que na região havia uma rica reserva de fauna, flora e uma vasta cultura popular

(Nicolau Kietzmann* | Fotos: Reprodução)

Para quem já leu Sagarana ou Grande Sertão Veredas, de Guimarães Rosa, que passou 45 dias viajando pelo serrado em 1951 conhecendo sua geografia, as histórias e cultura do homem do sertão, poderá entender um pouco como é a beleza de um dos parques ainda intocado pelos turistas.

O Parque Nacional Grande Sertão Veredas, deve sua criação à ONG Fundação Pró-Natureza (Funatura) que investiu em estudos, comprou fotos de satélites e acabou descobrindo que na região havia uma rica reserva de fauna, flora e uma vasta cultura popular. Além da conquista da área do parque, a Funatura conseguiu conquistar o primeiro projeto aprovado no Programa de Conversão da Dívida Externa Brasileira para fins ambientais, o que garante que o Parque receba US$ 132 mil por ano até 2013.


A exuberãncia da natureza é o principal destaque do parque, que fica na região do serrado
 

O parque é uma homenagem à obra de Guimarães Rosa

A rica reserva de flora, fauna se associa à cultura popular da região
O Parque abrange uma área de aproximadamente 83 mil hectares, nos municípios de Formoso, Arinos, Januária, e São Francisco no nordeste de Minas Gerais e Cocos no sul da Bahia. Por estar no Planalto Central tem a temperatura média anual de 21 ºC, tendo o período mais seco de setembro a novembro, data ideal para quem quer conhecer a região.

Localizado no Chapadão Central, divisor de águas das bacias dos rios São Francisco e Tocantins, a região é plana e favorece boas caminhadas, passeios de jipes ou cavalos, mesmo porque as longas distancias e a falta de infra-estrutura de estradas só permite conhecer o Parque desta forma.

A paisagem é formada por por árvores pequenas e ressecadas de pequeno e médio porte, como a Peroba-do-campo, Ipê-amarelo e os Buritis, um tipo de palmeira que prolifera em toda a região. Entre a paisagem árida, existem rios que correm tranqüilos e rasos como o Rio Braquinho, que merece uma boa caminhada descalço para se refrescar. As cachoeiras também proporcionam bons momentos de descanso. Não se pode perder uma boa ducha na cachoeira do Costa ou na cachoeira do Rio Claro.

Os dirigentes do parque possuem projetos para que o sertanejo se integre e se harmonize com sua nova realidade. Vale a pena conhecer aspectos culturais deste povo calmo e receptivo com sua sabedoria do serrado. Você deve prestar atenção em seu vocabulário típico, escutar músicas tocadas em uma rabeca, instrumento parecido com o violino, o artesanato como a rede feita com as folhas do buriti e se for em abril, pode assistir a dança Mulata, os homens e as mulheres dançam batendo o pé no chão e se cumprimentam uns aos outros com os ombros.

 Arquivo - Turismo Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 203
• Serras Gaúchas
Arquivo NippoBrasil - Edição 201
• Socorro abre a porteira para o turismo
Arquivo NippoBrasil - Edição 200
• Circuito das águas
Arquivo NippoBrasil - Edição 198
• Santos: Muito além do Jardim
Arquivo NippoBrasil - Edição 192
• Maranhão, o segredo do Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 190
• Histórias do Grande Sertão Veredas em Minas Gerais
Arquivo NippoBrasil - Edição 188
• Turismo ecológico no Rio Grande do Norte
Arquivo NippoBrasil - Edição 184
• Península de Maraú: uma delícia baiana
Arquivo NippoBrasil - Edição 180
• Pirenópolis, um pedaço do Cerrado Brasileiro
Arquivo NippoBrasil - Edição 176
• Parque Nacional da Chapada Diamantina, natureza em abundância
Arquivo NippoBrasil - Edição 174
• Santa Catarina é só festa
Arquivo NippoBrasil - Edição 172
• Turismo Cultural em Paranapiacaba
Arquivo NippoBrasil - Edição 170
• Parque Nacional da Bocaina: Natureza e sossego em abundância
Arquivo NippoBrasil - Edição 168
• Maringá: Os encantos da “Cidade Verde”
Arquivo NippoBrasil - Edição 166
• Águas de São Pedro, um pequeno paraíso no interior de São Paulo
Arquivo NippoBrasil - Edição 162
• Santo Amaro da Imperatriz, águas termais e aventura em Santa Catarina
Arquivo NippoBrasil - Edição 158
• Amazônia com conforto
Arquivo NippoBrasil - Edição 136
• Fernando de Noronha: Patrimônio Natural da Humanidade
Arquivo NippoBrasil - Edição 132
• Ilhabela: O encanto do litoral paulista
Arquivo NippoBrasil - Edição 131
• Porto Seguro: Praia de Santo André
Arquivo NippoBrasil - Edição 127
• Ecoturismo: Uma visão diferente de Santa Catarina
Arquivo NippoBrasil - Edição 123
• Araxá
Arquivo NippoBrasil - Edição 115
• Costa do Sauípe: Lazer, Paisagem e Comodidade
Arquivo NippoBrasil - Edição 113
• Caldas Novas: Opção para se esquentar no inverno
Arquivo NippoBrasil - Edição 111
• Pescaria: Os encantos da natureza são infindáveis
Arquivo NippoBrasil - Edição 109
• Jacobina: Circuito das Cachoeiras na Bahia
Arquivo NippoBrasil - Edição 105
• Pantanal
Arquivo NippoBrasil - Edição 103
• João Pessoa: ponto extremo oriental das Américas
Arquivo NippoBrasil - Edição 100
• Natal a cidade do sol no nordeste
Arquivo NippoBrasil - Edição 99
• Descobrindo os encantos do Mato Grosso
Arquivo NippoBrasil - Edição 97
• Recife
Arquivo NippoBrasil - Edição 96
• Parque Nacional Chapada dos Veadeiros
Arquivo NippoBrasil - Edição 94
• Circuito Mineiro das Águas
Arquivo NippoBrasil - Edição 93
• Lençóis Maranhenses
Arquivo NippoBrasil - Edição 91
• São Sebastião
Arquivo NippoBrasil - Edição 90
• Itacaré
Arquivo NippoBrasil - Edição 88
• Camboriú: principal pólo turístico do sul do País

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

106 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases