Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Segunda-feira, 16 de setembro de 2019 - 13h54
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Arquivo NippoBrasil - Edição 051 - 04 a 10 de maio de 2000
 
Minobusan: Um pouco da história do Budismo
 

Sammon: portão de entrada para
os templos da região.

(Fotos: Divulgação)

Minobusan, ou Monte Minobu, fica ao largo do rio Fuji e é uma região turística conhecida pelo grande número de templos budistas, muito verde e árvores seculares. O local inspira meditação, retratando um pouco da história do budismo no Japão. Anualmente muitas pessoas vão ao Minobusan para fazer peregrinação, pois a montanha é considerada um lugar sagrado.

O complexo religioso de Minobusam foi inicialmente construído por Nichiren Shonin (1222-1282) e hoje abriga templos com características arquitetônicas diferenciadas e interessantes. O deslumbramento começa no enorme portão de entrada, feito de madeira, e repleto de detalhes típicos dos templos budistas.

Passando o portão, há uma pequena vila, com um comércio bem variado e muitas lojas de artigos religiosos. Nos restaurantes, o turista deve pedir o houton, uma espécie de udon mais encorpado, ideal para ser consumido nesta época do inverno.

Trilha dos tempos

Um outro grande portal, Sammon, reconstruído em 1907, marca o início da trilha dos templos, que se estenderão por quilômetros de distância até o cume da montanha. Durante a caminhada é comum o turista ouvir as orações dos monges e, misturado com o cheiro da mata, a fragrância de incenso que está por todo o lado. Atrás deste portal, encontra-se uma escada feita de pedra, que foi construída em 1632, com 287 degraus ao todo, divididos em sete estágios. Segundo os religiosos, cada degrau corresponde a um conjunto de letras da palavra sagrada dos seguidores de Nichiren: Na-mu-myo-ho-re-ge-kyo.

Resista à grande vontade de desistir da subida ao Minobusan quando ela estiver pela metade, pois o que está à espera do turista é fantástico e o esforço vale a pena. Em uma clareira, ergue-se um conjunto de templos construídos a partir de 1142, onde se destacam o Soshido - casa sede de Minobusan que guarda uma das estátuas do fundador Nichiren-, o Daihondo e Goshinkotsudo - com o mausoléu de Nichiren.

Tomando um bondinho teleférico - que funciona apenas nos fins-de-semana e feriados -, o turista pode chegar até o topo do Minobusan, de onde se vêem a cidade de Minobu, o rio Fuji e parcialmente o próprio Fujisan. É neste lugar em especial que os monges budistas oram e meditam em busca da luz. Ainda é possível fazer uma visita a Okunoin, um conjunto de pequenas construções onde se destaca o templo de Shinshikaku a mais de 1.150 metros de altitude.

 


Pinturas que retratam a vida de Nichiren Shonin

 

Minobu: templos caracterizam a religiosidade japonesa
 Arquivo - Turismo Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 254
• Templo Horyuji
ARQUIVO - EDIÇÃO 247
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 244
• Monte Fuji
ARQUIVO - EDIÇÃO 242
• Okinawa
ARQUIVO - EDIÇÃO 240
• Hokuriku
ARQUIVO - EDIÇÃO 236
• Nikko: a cidade dos santuários
ARQUIVO - EDIÇÃO 232
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 229
• Yamanashi
ARQUIVO - EDIÇÃO 227
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 222
• Hakone
ARQUIVO - EDIÇÃO 220
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 216
• Iwate
ARQUIVO - EDIÇÃO 214
• Ilha de Sado
ARQUIVO - EDIÇÃO 211
• Hokkaido - Tudo começou em Naka Furano
ARQUIVO - EDIÇÃO 208
• Kansai - Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 205
• Soka
ARQUIVO - EDIÇÃO 202
• Hirakata
ARQUIVO - EDIÇÃO 199
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 197
• Tohoku
ARQUIVO - EDIÇÃO 195
• Tóquio e arredores: belezas que encantam
ARQUIVO - EDIÇÃO 193
• Chugoku-Shigoku: O coração do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 191
• Okinawa: Uma região de paraísos subtropicais
ARQUIVO - EDIÇÃO 189
• Nagasaki - O berço cristão japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 187
• Shimabara
ARQUIVO - EDIÇÃO 185
• Tottori: O Saara japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 183
• Matsue - A herança intacta dos samurais
ARQUIVO - EDIÇÃO 181
• Chiba conserva folclore cultural da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 179
• Okutama: Refrescando-se nas montanhas
ARQUIVO - EDIÇÃO 177
• Mito: A cidade de um dos mais belos jardins japoneses
ARQUIVO - EDIÇÃO 175
• Izu - O paraíso das águas
ARQUIVO - EDIÇÃO 173
• Kyoto: Cenário de três mil templos
ARQUIVO - EDIÇÃO 171
• Chindon-ya
ARQUIVO - EDIÇÃO 169
• Toyama no Kusuri
ARQUIVO - EDIÇÃO 167
• Sensooji o templo do Carnaval
ARQUIVO - EDIÇÃO 165
• Odaiba: a face futurista de Tóquio
ARQUIVO - EDIÇÃO 163
• Todaiji: o templo do grande Buda de Nara
ARQUIVO - EDIÇÃO 161
• Ryuhyoo: O gelo navegante de Hokkaido
ARQUIVO - EDIÇÃO 159
• Hokkaido, o inverno mais gelado do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 134
• Yamanashi:
A Terra dos Lagos
ARQUIVO - EDIÇÃO 130
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 128
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 126
• Okinawa: Ryukyu, Soberano dos Mares do Sul
ARQUIVO - EDIÇÃO 124
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 122
• Monte Fuji e os Cinco Lagos

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2019 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados

158 usuários online