Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Quarta-feira, 26 de julho de 2017 - 15h39
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Arquivo NippoBrasil - Edição 185 - 27 de novembro a 3 de dezembro de 2002
Tottori: O Saara japonês

O passeio de camelo nas dunasfaz a alegria dos turistas

Não dá para não comparar o aspecto das dunas com um verdadeiro deserto
 

(Reginaldo Okada)

É um evidente exagero comparar o Saara, o maior deserto do mundo, com as dunas de Tottori, mas que esta exótica paisagem em pleno território japonês nos faz lembrar das regiões tórridas e secas do planeta, isso ninguém pode negar. Ali não faltam os ingredientes necessários para estimular fortemente a imaginação: montes de areia, vento forte e…camelos.

Tottori Sakyu é uma ampla área de dunas localizada na cidade de Tottori, na província homônima, que se tornou uma famosa atração turística. Cerca de dois milhões de pessoas a visitam por ano.

Além das célebres areias, os visitantes podem se deliciar no centro da cidade, entre outras opções, com as termas naturais públicas e com a gastronomia típica regional.


Do alto das dunas se descortina o Mar


Tottori Sakyu

As dunas de Tottori, chamada em japonês de Tottori Sakyu, se estendem por 16 quilômetros ao longo da costa, em uma faixa de dois quilômetros de largura. É a maior área de dunas no Japão. A sua formação aconteceu cerca de cem mil anos atrás, com a continua acumulação de areia e cinzas de vulcão carregadas das montanhas da região até o mar pelo rio Sendai.

As fortes ondas e ventos foram os artistas que moldaram essa incrível paisagem com montes de areia que chegam a atingir 90 metros de altura. O topo deles são ótimos mirantes para ficar durante longo tempo apreciando o mar que se descortina adiante num ângulo privilegiado. Na parte da manhã, bem cedo, é quando as dunas estão mais bonitas, porque durante a noite o vento forte as varre e forma desenhos e ondulações na superfície, além de apagar as marcas dos pés deixadas pelos visitantes.

Outra grande sensação turística das dunas é o passeio de camelo. Pagando ¥2 mil por pessoa se pode ter a experiência, durante dez minutos, de andar montado entre as corcundas do animal.

Os camelos que estão em Tottori Sakyu nasceram em zoológicos japoneses. Eles são descendentes de camelos do deserto da Mongólia, por isso possuem duas corcovas e pelagem longa, ao contrário dos dromedários árabes, que tem apenas uma corcunda e pêlos curtos.

Na frente das dunas funcionam lojas de suvenires, restaurantes e um teleférico (ida e volta ¥200, percurso de 5 minutos). Dos terminais na estação de trem Tottori JR partem ônibus urbanos com destino a Tottori Sakyu (percurso dura cerca de 20 minutos). Nos dias de chuva não funciona o serviço de passeio de camelo.

Termas públicas

Vale a pena fazer turnê pelas termas públicas do centro

Uma outra atração imperdível na cidade de Tottori são os onsen. E o mais interessante é que existem vários deles com estrutura de banhos públicos aberto a qualquer pessoa, desses que existem por todo o país e são chamados de sentoo. A grande diferença é que em Tottori a água vem direto de fontes termais naturais. Eles são frequentados muito mais pelos próprios habitantes locais do que pelos turistas.

No centro da cidade, próximo da estação de trem de Tottori, existem quatro banhos públicos que vale a pena conhecer e até mesmo serem usufruídos como parte de um roteiro turístico. A entrada custa apenas ¥310 em qualquer um deles. Mas não esqueça de levar uma toalha, porque neles só se oferece a água. Sabonete, xampu, barbeador, toalha etc, pode-se comprar no caixa do estabelecimento.

Os banhos públicos são: Takara Onsen (funciona das 16h as 23h, tel. 0857-22-6310); Motoyu Onsen (9h30 às 23h, 0857-22-7617); Hinomaru Onsen (6h às 23h, 0857-22-2648) e Kijima Onsen (16h às 23h, 0857-22-2975)


A água termal brota da fonte direto para a banheira

 

Gastronomia

Em Ekimae Ichiba se pode conhecer as dádivas do Mar do Japão

Em volta da estação de trem existe um shotengai (aglomerado de lojas comerciais) bem grande, onde se encontra o Tottori-ken Bussan Kanko Center, o centro turístico da província. Além de ser um local de informações, também estão à venda suvernires, produtos artesanais e culinários típicos da região. Fica aberto das 9h30 às 18h30 e fecha nas terceiras quintas-feiras do mês. Tel. (0857) 29-0021.


O restaurante Takumi é uma ótima opção

Já quase em frente à estação de trem fica o mercado Ekimae Ichiba, que, mais do que um local para fazer compras, é interessante para observar nas peixarias os famosos frutos do mar que são pescados no Mar do Japão. Durante o inverno eles ficam mais saborosos porque acumulam gordura, sendo muito apreciados crus, como sashimi e sushi. Agora no inverno também é a época dos caranguejos.

Uma sugestão de restaurante é o Takumi Kappoten. Ele possui arquitetura e decoração em estilo tradicional japonês e serve pratos utilizando ingredientes produzidos na região, como frutos do mar, carnes, entre outros. Uma das especialidades do Takumi é o susugi-nabe, chamado em outras regiões de chabu-chabu. Fica a cerca de cinco minutos a pé da estação de trem. Funciona das 11h30 às 14h e das 17h ás 21h. Tel. (0857) 26-6355.

 
(Colaborou Satomi Shimogo)
 Arquivo - Turismo Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 208
• Kansai - Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 205
• Soka
ARQUIVO - EDIÇÃO 202
• Hirakata
ARQUIVO - EDIÇÃO 199
• Niigata
ARQUIVO - EDIÇÃO 197
• Tohoku
ARQUIVO - EDIÇÃO 195
• Tóquio e arredores: belezas que encantam
ARQUIVO - EDIÇÃO 193
• Chugoku-Shigoku: O coração do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 191
• Okinawa: Uma região de paraísos subtropicais
ARQUIVO - EDIÇÃO 189
• Nagasaki - O berço cristão japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 187
• Shimabara
ARQUIVO - EDIÇÃO 185
• Tottori: O Saara japonês
ARQUIVO - EDIÇÃO 183
• Matsue - A herança intacta dos samurais
ARQUIVO - EDIÇÃO 181
• Chiba conserva folclore cultural da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 179
• Okutama: Refrescando-se nas montanhas
ARQUIVO - EDIÇÃO 177
• Mito: A cidade de um dos mais belos jardins japoneses
ARQUIVO - EDIÇÃO 175
• Izu - O paraíso das águas
ARQUIVO - EDIÇÃO 173
• Kyoto: Cenário de três mil templos
ARQUIVO - EDIÇÃO 171
• Chindon-ya
ARQUIVO - EDIÇÃO 169
• Toyama no Kusuri
ARQUIVO - EDIÇÃO 167
• Sensooji o templo do Carnaval
ARQUIVO - EDIÇÃO 165
• Odaiba: a face futurista de Tóquio
ARQUIVO - EDIÇÃO 163
• Todaiji: o templo do grande Buda de Nara
ARQUIVO - EDIÇÃO 161
• Ryuhyoo: O gelo navegante de Hokkaido
ARQUIVO - EDIÇÃO 159
• Hokkaido, o inverno mais gelado do Japão
ARQUIVO - EDIÇÃO 134
• Yamanashi:
A Terra dos Lagos
ARQUIVO - EDIÇÃO 130
• Okayama
ARQUIVO - EDIÇÃO 128
• Osaka
ARQUIVO - EDIÇÃO 126
• Okinawa: Ryukyu, Soberano dos Mares do Sul
ARQUIVO - EDIÇÃO 124
• Kamakura
ARQUIVO - EDIÇÃO 122
• Monte Fuji e os Cinco Lagos
ARQUIVO - EDIÇÃO 120
• Nikko: A Cidade dos Santuários
ARQUIVO - EDIÇÃO 118
• Parques Temáticos
ARQUIVO - EDIÇÃO 116
• Hakone - A região dos vales fumegantes
ARQUIVO - EDIÇÃO 114
• Iwate
ARQUIVO - EDIÇÃO 108
• A atraente ilha de Sado
ARQUIVO - EDIÇÃO 106
• Hokkaido
ARQUIVO - EDIÇÃO 104
• Kansai: Redescobrindo as belezas da região
ARQUIVO - EDIÇÃO 101
• Soka: Industrialização traz rápido progresso à cidade
ARQUIVO - EDIÇÃO 98
• Hirakata

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

148 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases