Fonte e imagem: Câmara Municipal de SP – www.saopaulo.sp.leg.br

O ex-vereador paulistano, Masataka Ota, morreu neste dia 24/02, no hospital Sírio Libanês em São Paulo, vítima de câncer, aos 64 anos.

Ota ficou conhecido pelo Movimento Paz e Justiça Ives Ota, criado por ele e sua mulher Keiko Ota, após o assassinato de seu filho Ives, em 1997, então com 8 anos. O crime brutal comoveu o país. Através do movimento, promoveu palestras enfatizando o perdão como forma de combate à violência, e criou o Dia Municipal do Perdão, em São Paulo, destinado a incentivar a paz.

Foi vereador em dois mandatos na capital paulista, com o seu último terminando em 2020.

Ota lutou por leis mais duras aos crimes hediondos, por justiça e fim da impunidade. Também trabalhou por uma educação de qualidade e em período integral, para dessa forma afastar a violência.