PORTAL NIPPOBRASIL ONLINE - 19 ANOS
-
Fale conosco: adm@nippo.com.br   
Sábado, 21 de outubro de 2017 - 22h51
DESTAQUES:
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Comidas do Japão
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Caderno Pesca

Dicas de Pescador
Confira as dicas de pescadores, amadores ou não, sobre ração, pesca de traíra e isca para piava

(Ilustrações: www.pesca.com.br)

Pescando com ração flutuante
Texto: Jorge Aono

1. Preparando a ração
Compre ração flutuante (guabí) de tamanho médio. Coloque até 3/4 num pote plástico com tampa. Molhe a ração com pinga, até atingir metade do pote, isto é, pode encharcar. Note que, em menos de 30 minutos, a ração encherá o pote.

2. Preparando vara
Pode usar vara telescópica comum, em torno de 3,60 metros. Coloque a linha 0,30 a 0,40, com uma bóia pequena, com 1 ou 2 anzóis pequenos (utilizo maruseigo 8 ou 10), de modo que, ao fisgar ração, ela flutue.

3. Pescando
Chegando no pesqueiro, ceve o local com a mesma ração flutuante e notará que as tilápias irão comer a ceva. Basta fisgar ração com pinga (note que não soltará fácil do anzol). Irá pegar muitos peixes. Corre- se, entretanto, o risco de algum matrinxã cortar o anzol. Não jogue muita ceva, jogue aos poucos, para manter os peixes no local.

 

Traíra na artificial
Texto: Marcel Nishiyama

Para uma boa pescaria de traíra, verifique antes a temperatura da água. Use iscas de superfície para água quente e iscas de meia água ou fundo para água fria ou dia com muito vento.

Dê preferência a iscas barulhentas (JumppingMinow, Hélice, Popper) ou iscas que produzam bastante vibração (Spinner, SpinnerBait, Rattlin) – isso irá “irritá-la” e fazer com que ela ataque a sua isca.

Trabalhe a isca lentamente, pois a traíra é um peixe relativamente lento, principalmente se a água estiver fria.

Se possível, arremesse a isca paralela à margem. Dê repetidos arremessos em lugares promissores, pois ela nem sempre ataca no primeiro arremesso.

No caso de usar iscas com um único anzol grande, tal como o SpinnerBait ou Colher, amasse a farpa do anzol, pois, devido à boca da traíra ser dura, o anzol acaba quase sempre fisgando na região do olho do peixe, de dentro para fora, por ser a parte mais mole de sua boca, e isso dificultará muito a retirada do anzol sem prejudicar ou até matar o peixe.

Evite acidentes, use alicates tanto para segurar o peixe tanto para retirar o anzol. A traíra é um peixe muito escorregadio, muito difícil de segurar com a mão e possui dentes afiados e mordida forte, o que provoca uma ferida com corte profundo e muito dolorido.

 
Curiosidade

Atum: Peixe de água salgada

Nome popular: atum
Nome científico: tunnus spp - Scombridae.
Hábitat: pode ser encontrado em todo o litoral brasileiro. Freqüenta o mar aberto em grandes cardumes, normalmente acompanhados por golfinhos e baleias. Se alimenta de pequenos peixes e lulas.

Dica
Devido ao seu formato hidrodinâmico, este peixe tem grande força quando fisgado, brigando freneticamente até cansar, por isso mantenha o seu equipamento sempre bem regulado.

Técnicas de pesca: Deve-se utilizar varas de ação média/pesada para linhas de 10 a 25 lbs, carretilhas ou molinetes com capacidade para armazenar 100 m de linha com 0,40 mm de diâmetro e anzóis com tamanho variando entre 3/0 e 8/0. As melhores iscas são as naturais, de lulas e pequenos peixes, e as artificiais, de plugs de meia água e lulas.

Melhor época: durante todo o ano.
Tamanho mínimo: liberado.

 
Isca para Piava
Como todos devem ter observado, a isca utilizada na pesca da piava é, na maioria das vezes, o milho. Essa isca sempre apresenta bons resultados, porém, vale ressaltar que o tipo de milho utilizado influi na pescaria, de acordo com o horário do dia.

Aqui vai minha dica:

• Exemplares menores durante o dia: Milho verde e mole.

• Exemplares maiores durante o dia: Milho azedo e duro.

• Exemplares maiores durante a noite: Pequenos cubinhos de mortadela.

Experimente e boa sorte!!!

Didi, Capão Bonito-SP

 Fotos dos Leitores


Vejas as fotos dos nossos pescadores
 Arquivo - Pesca
De encontro aos peixes gigantes...
Pesca e stress
Sinta a esportividade do Tucunaré em Panorama
Numa pescaria, o que vale é a AMIZADE...
Marlin-azul tem a primeira marcação eletrônica do Brasil
Conheça os peixes Apapá e o Pampo
Tucunaré, problema ou solução?
Dicas de Pescador
História de pescador
Mulheres na pesca - Sorte ou azar?
As estrelas do inverno
Mulheres nos pesque-pagues
Tambacus, brigadores indiscutíveis
Pescarias nos pesque-pague
Em busca dos tucunarés gigantes
Alto-mar: uma pescaria fascinante
Confira alguns nós mais utilizados nas pescarias
Embarcar numa excursão de pesca vale a pena?
Peixes de água doce
Cuidado com os peixes venenosos
Serviços diferenciais unem hotéis, pousadas e boas pescarias
Lições de pesca: um hobby que pode ser muito interessante
 Dicas
Dicas para pescaria
Dicas de pescador
Tralhas para pescar cabeçudas
Pescarias de inverno
Como fisgar Tucunarés com iscas artificiais
Dicas de Pescador
Equipamentos
Rabicho ou chicote
Molinetes
Em Serra da Mesa, grandes tucunarés
Bóias: Conheça alguns modelos principais e suas características
Linhas de pesca
Iscas naturais para uma boa pescaria
Iscas de fundo e metálicas
Iscas artificiais: pesca mais dinâmica
Como escolher a melhor vara de pesca?
Anzol: você sabe exatamente
como usá-lo?
A pesca de arremesso em praia
Saiba como manusear carretilhas
Seis dicas básicas para manter seu equipamento em ordem
Carretilhas x Molinetes
 
Mande a foto de sua pescaria. Logo teremos uma nova seção com as fotos de todos nossos pescadores.
E-mail: pesca@nippo.com.br

© Copyright 1992 - 2016 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante.
Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

Sobre o Portal NippoBrasil | Fale com o Nippo