Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Sábado, 21 de outubro de 2017 - 15h36

Conversando de RH

10 de outubro de 2016
MUDAR PARA CRESCER

Gostaria de comentar aqui dois fatos recentes, de repercussão nacional, que nos levam a pensar um pouco com os nossos próprios botões.

O resultado das urnas foi uma demonstração eloquente da insatisfação dos eleitores em relação ao “status quo” e desmistifica o conceito que o povo é alienado; pode não ser culto e educado, mas tem sensibilidade e sabe onde o calo dói. Que isso sirva de estímulo para os políticos mais jovens que estão chegando, e dê exemplo para os mais antigos colocarem a barba de molho, se não o bicho pode pegar.

Outro assunto, não menos importante, e que vem agitando os ambientes político e educacional é a reforma do ensino médio.

O governo enviou ao Congresso Nacional, no mês passado, uma Medida Provisória que pretende dar uma chacoalhada no velho ensino médio, uma antiga reivindicação que tem o apoio de grande parte dos educadores. A medida tem por objetivo a flexibilização dos currículos, tornando-os mais atraentes, bem como a especialização dos alunos por área de interesse. Como se fosse um debate sobre futebol, o assunto correu pelas redes sociais e pela imprensa, gerando dúvidas, discussões e controvérsias.

Em síntese, a medida pretende fazer o aluno continuar estudando uma grade fixa de disciplinas obrigatórias, comum a todos os estudantes, que ocupará metade do tempo e, a outra metade, será preenchida pelo aluno conforme a sua predileção. Será unir o útil ao agradável, e não como hoje, onde o nosso ensino médio é engessado, extenso e pouco prático. Não adianta obrigar os jovens a aprender quase tudo e saber tão pouco, como ocorre atualmente.

Lembro-me que na minha época, e já faz tanto tempo, o ensino médio ou ensino de 2º Grau ou Colegial, como era conhecido, tinha divisão entre científico e clássico, conforme a opção do estudante, com aulas , além das 13 exigidas atualmente, de francês e latim, que me foram úteis ao longo da vida. Hoje, essa grade soaria como “démodé” , justificando uma iniciativa como essa do governo.

Sabemos que o nosso ensino médio tem apresentado resultados sofríveis e, o que é pior, 700 mil jovens, a cada ano, não completam o ciclo básico. A MP prevê aumento da hora de estudos, aumento do número de escolas integrais e flexibilização da grade curricular. O aluno passa a poder escolher, a partir do fim do 1º ano, o que estudará nos dois anos seguintes entre cinco grandes áreas do conhecimento: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e ensino profissional. Imagina-se que a oportunidade de receber formação para o mercado de trabalho ainda na escola poderá mudar a trajetória social desse jovem.

Como toda grande mudança, a reforma do ensino médio enfrentará desafios e ensejará discussões, mas é indiscutível que ela é uma necessidade do País e merece total urgência. Como bem disse Eliane Cantanhêde, jornalista, citando o filósofo Tiririca, “Pior do que está não fica”!

“A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo”.
(Nelson Mandela )



Katsuo Higuchi
Profissional de RH; como executivo e empresário , atua
na área há mais de 40 anos. Foi diretor da empresa AVANCE DO BRASIL.
e-mail: rk.higuchi@gmail.com

Portal Nippo-Brasil: contato@nippo.com.br
 
 Arquivo
 Recursos Humanos e Gestão de Negócios
• Diferenças que aproximam
• FAMÍLIAS BRASILEIRAS NO JAPÃO – A luta (difícil) pela integração
• Mudar para crescer
• Brasil, um país de contradições
• Por que sonhar é importante?
• O meu maior legado
• Pílulas de otimismo
• Tempos modernos
• EMPREGADO ou EMPRESÁRIO, qual é a melhor opção?
• Da Balada de Narayama aos tempos atuais
• Em busca do ideal
• Lições do Carnaval
• Crianças dão lição em Master Chef
• É Dezembro ...
• Laços de Família
• TERCEIRA IDADE, uma força que desponta
• Pêssego, caqui, ou jaca: qual é a fruta de sua preferência?
• Omotenashi, a arte de encantar as pessoas
• O dilema de escolher a profissão certa
• Convivendo com as diferenças no ambiente de trabalho
• 2014, Ano do Cavalo, novas esperanças...
• Ser líder é importante; Saber ser liderado também.
• A arte de encantar
• Falando de assédio moral e sexual dentro das empresas...
• É Dezembro...
• MUDANÇA DE EMPREGO: Dicas úteis para este fim de ano
• Ser tímido atrapalha na hora da promoção?
• “Há empregos, faltam profissionais“
• Você é racional ou emocional em suas decisões?
• EMPREGABILIDADE – O que é?
• O que é essa tal de “ASSERTIVIDADE”?
• O poder do NETWORKING
• A hora da verdade: a entrevista de seleção
• Modelo de um “ histórico de vida “
• CURRÍCULO = Cartão de Visita Profissional
• O crescimento econômico e as suas exigências
• SHOOKAI (Apresentação)

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

121 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases